É hora de dar Tchau!

Seguidores, amigos, admiradores, família e todos mais que visitam este humilde blog!

É com muito pesar,

MENTIRA!

é com muita paz no ❤ que comunico que depois de 1416 felizes dias sendo mãe deste blog gordo e fofinho que aviso que irei descansar meus dedinhos por algum tempo!

Leiam bem: os de-di-nhos! Porque o Cérebro Gordo continuará super ativo junto com seu parceiro zóio de banha e dentro de uma cozinha produzindo sempre, porque é o que amo!

Falando profundamente People & Arts…o blog surgiu numa altura muito bacana in my life, mas que atualmente está a ser mais ônus do que bônus! Não digo em fazer e comer, hehe, mas em tirar foto, escrever, ter tempo pra alimentar. E outra, também porque precisamos encerrar ciclos e aceitar várias coisas que borbulham dentro de nós. E é isso!

PORÉÉÉM…de qualquer forma não irei suspender ou excluir o Blog, pois assim quem gosta das receitas e tudo mais sempre vai ter ele aqui pra pesquisar e reviver coisas boas!

Ah, e isso estende-se também ao Insta e ao Face, pois o mundo já está muito cheio de tecnologia e eu não quero estar tanto no mundo TekPix!

Só tenho a agradecer meu 4 seguidores (hahaha) de todo esse tempo e os amigos que sempre me incentivaram!

É isso! Beijo no coração de cada um de vocês e um dia eu volto…ou não!

Bolo de Limão Siciliano e Papoila

captura-de-ecra-2017-02-13-as-12-43-42

Bom dia, galera!!!!! Tudo bem???

Sabe o velho ditado: se a vida te der limões faça uma limonada? Então, no meu caso a minha vizinha me deu limões e eu decidi fazer um bolo delícia, de cara de vó. E sabe o melhor de tudo? Sem lactose e ovos. Receita coringa e delícia! As sementes de papoila é porque além de dar um sabor diferente, adoro o senso estético que ele dá a massa 🙂 (frescurite pura, ok?)

Vamos aprender?

– 02 xícaras de farinha de trigo
– 1/2 xícara de óleo (da sua preferência)
– 1/2 xícara de sumo de limão
– 1/2 xícara de água
– 01 xícara de açúcar ( qual você gostar mais)
– 1 colher de chá de bicarbonato de sódio
– 1 colher de sobremesa de fermento químico
* sementes de papoila se quiser, ou erva doce, ou raspinhas de limão *

Modo de fazer: o mais fácil possível 🙂 Misturar tudo e levar ao forno pré-aquecido 180C por 30 a 40 minutos, dependendo da potência do seu forno. A velha máxima de sempre: enfia o palito no bolo. Se sair saquinho está pronto 😛

Bom gente, a receita é tão simples que nem tem mesmo o porque de tentar dificultar.

Espero que gostem e façam!

Ficamos por aqui! até a próxima receita 🙂

Beijos

Regueifa

img_4422

Bom dia, amores! Hoje vamos pra uma receitinha portuguesa 🙂

Bruna, o que é isso? Bom, segundo a sabida Wikipédia: “A regueifa designa em Portugal um pão de romaria. A regueifa tem uma forma de rosca e é feita com farinha de boa qualidade, fazendo lembrar aquilo que em Portugal se designa de “pão espanhol”.
É típica do Norte de Portugal, sendo conhecida desde o Minho até à zona de Aveiro. Com a industrialização a regueifa, em especial no Entre Douro e Minho, popularizou-se como pão domingueiro.

Além do mais, essa que eu fiz tem mais a pegada da Serra da Estrela, que é mais rústica. Aqui no Porto elas são ma fofinhas, mas deliciosas também.
Ela é chamada de pão domingueiro, pois o hábito é comê-la aos domingos. Eu como amo pão como todo dia kkkkkk!

E fui eu me aventurar em reproduzir em casa, pois sabem que amo qualquer tipo de pão, né? E não é que deu certo?

Precisamos:

– 450 gr de farinha
– 20 gr de fermento biológico fresco (se for do seco, divida por 3, ou seja, 6,3 gramas)
– 130 ml de leite
– 50 gr de manteiga
– 70 gr de açúcar
– 02 ovos
– 1 pitada de açafrão*
– 1 pitada de canela*
* se quiserem, tá? Podem achar estranho, mas não! Dá super certo 😛

Bom, como algumas massas para levedar, vamos primeira fazer a esponja de fermento para que o pão cresça bem. Como? Assim:

Misture 100 gramas de farinha, com uns 30 ml de leite morno e o fermento. Misture tudo e deixe descansar por uns 15 minutos. Pronto!

Depois é só ir adicionando os demais ingredientes aos poucos e sovar um pouco a massa. Ela fica um pouco pegajosa, não muito, mas tem q ficar macia. O segredo dela é já deixar a massa crescer no formato de regueifa, ou seja, pega essa massa e divida em 2 partes para montar a trança. Faça 2 rolos e intercalem a massa. Depois é só colocar em uma forma ou papel vegetal de sua preferência e deixar a massa crescer por 1 hora.

img_4473

Para não usar um ovo todo pra pincelar a regueifa, eu separo um pouquinhos dos que uso na massa e pincelo superficialmente 🙂

Depois de 1 hora e a massa levedada, só pré-aquecer seu forno 190C e deixar por aproximadamente 40 minutos, lembrando que depende do seu forno!

Povo lindo de Deus, é very good! Arrisquem-se e aproveitem a receita!

Espero que gostem! Beijo grande 🙂

Lemon Curd

img_4479

Dia, povo! Tudo bem?

Hoje a receitinha é um coringa das terras inglesas, ou de algo próximo por lá, pois tem comentários que o Lemon Curd surgiu em outros lugares. De qualquer forma, o que importa é que surgiu, que é bom e vamos aprender a fazer, hehe!

É um creme de limão delícia, que serve pra rechear bolos, tortas, scones, comer de colher, ou seja, o importante é comê-lo, hehe! não importa como!

A receita ficou muito famosa pela Nigella e que tem um jeito de prepará-lo! Porém, já fiz do jeito mais longo e mais curto e os dois resultam da mesma forma. Assim, vou passar o mais prático, tá?

Precisamos:

– sumo de 02 limões sicilianos (e as raspas também)
– 170 gramas de açúcar
– 02 ovos inteiros
– 70 gramas de manteiga (em cubinhos e pode ser gelada)

*Pode ser feito com outros tipos de limão, mas como é pra ser um creme suave, o mais indicado é o Siciliano 🙂

img_4283

Para fazer não tem segredo, ok? Porque a minha mistura está em um bowl de inox? Porque essa mistura vai em banho-maria, então já facilita o processo. Simples:

Misture os ovos, o açúcar e as raspas de limão. Leve em banho-maria e mexa até engrossar. Leva uns 10 minutos, tá? Importante deixar num fogo médio pra baixo, pra não ter perigo do ovo cozinhar. O ponto ideal é quando nas costas da colher fazer um ponto de estrada. Assim:

img_4294

Você passa o dedo e o creme está firminho! Depois disso desligue o fogo e acrescente a manteiga! Misture tudo até ficar homogêneo. Depois disso é só passar por uma peneira para retirar as cascas do limão!

img_4295

Simples, né povo? Agora é só armazenar em um frasco de sua preferência e levar para a geladeira. Ela vai incorpar e ficar cremosa! O ideal é não levar tanto tempo pra consumir (duvido que dure), pois tem ovos, né? Mas da pra congelar também!

Aqui em casa como eu fiz de sobremesa pra uma amiga que me apresentou o LemonCurd, fiz Carolinas que ela ama muito, recheei com o Lemon e o topping da Carolina ficou a cargo da Nutella Caseira que fiz!

É isso gente! Espero que façam!

Beijos!
Bruna 🙂

Creme de Avelã Caseiro

captura-de-ecra-2017-01-25-as-11-01-45

Bom dia, povo! tudo bem?

Sabe quando você tem avelãs em casa? Então…essa é uma boa dica pra dar um bom uso pra elas 🙂 Sabe o famoso creme de avelã que é mundialmente conhecido? Que começa com N e termina com A? hehe….Issoooooo!!!! Todos concordam que é muito gostoso, né?, mas ando lendo várias matérias que tudo que é usado pra sua produção é um tanto de coisas não tão boas. Apesar que sendo industrializado, não precisamos ler matérias pra saber que tem um tanto de conservantes que não devem fazer bem ao organismo. De qualquer forma, sou adepta ao que dê pra reproduzir em casa de uma forma mais saudável, seja feito!

Pra essa receitinha vamos precisar:

– 70 gramas de avelãs (torradas e sem casca)
– 80 gramas de açúcar
– 130 gramas de chocolate em barra 70% (de preferência)
– 40 gramas de manteiga
– 150 GRAMAS de leite (sim, tudo pesadinho na balança e quente)

Pra começar, tiraremos as cascas das avelãs. Simples, só levar ao forno a 180C por uns 10 minutos. Depois é só esfregar uma contra a outra e vocês irão ver a mágica acontecer 🙂

img_4120

Agora é só pegar um processador ou liquidificador e começar a gordice. Eu iniciei pelo multi e finalizei no líqui pra ficar mais fininho e sem possíveis gruminhos, ok?

Coloque primeiramente o açúcar e coloque a bater. Isso vai fazer com que ele fique mais fino e não com textura granulada, ok? Depois adicione as avelãs. Vai virar uma farinha. Aí adicione o chocolate picado grosseiramente e processe mais um pouco. Depois junte a manteiga em temperatura ambiente e o leite quente – não fervendo, ok? – Ele quentinho vai ajudar a derreter e colocar tudo isso numa mistura homegênea, cremosa e dos deuses 🙂

Pronto, gente! Acabou….hehehe. Tem receita mais simples???? E olha que super rendeu, viu?

img_4119

Esse vidro tem capacidade pra 500 gramas e ainda sobrou um tanto no outro.

Bom, já que é pra enfiar o pé na jaca, que seja um pouquinho mais saudável, hehe. Espero que gostem e façam!

Ah, e pra quem quer ficar com lombriga dá uma olhada no face do CG 😛

https://www.facebook.com/cerebrogordo/?hc_ref=PAGES_TIMELINE&fref=nf

Bom restinho de semana!
Beijos, Bruna.

Croissant – Massa Brioche

captura-de-ecra-2017-01-06-as-17-13-36

Oi gente, tudo bem?

Lá vem eu com mais uma receitinha tradicional: Croissant ❤ Sim!!!!, mas não aqueles gordurosos e de massa folhada. Loooonge de ser ruim, mas esse aqui é de massa Brioche, aquela massa fofinha 🙂

O que o marido não pede que a gente se rende, não é? Sem contar que a massa é um coringa, não precisa ser apenas pra croissant! Use a criatividade e se joga na cozinha. Vamos aprender?

Massa:

– 350 gramas de farinha de trigo
– 1 pitada de sal
– 50 gramas de açúcar
– 10 gramas de açúcar baunilhado (opcional)
– 1 ovo
– 120ml de leite morno
– 12 gramas de fermento biológico fresco
– 80 gramas de manteiga (temperatura ambiente)

Pra começar é só misturar tudo isso aí em uma tigela com as mãos. Na hora que você ver que ficou pesada, transfira pra uma superfície enfarinhada e sove por pelo menos uns 10 minutos, para que ela fique bem lisinha e fofa.

Volte pra tigela, cubra com um pano e deixe descansar por pelo menos 2 horas, ou até que dobre de volume.

Bom, daí é toda a Bíblia da panificação, né? Massa pronta, só abrir e começar a trabalhar.

Pra fazer os croissants, você precisa abrir a massa em um formato retangular, e que a espessura tenha até uns 0,5 mm, ok? Assim:

img_2685

Depois com a faca você irá fazer o formato de triângulos:

img_2686

Sem segredos, né? Depois é só pegar a base larga do triângulo e ir fazendo rolinho até que se feche. Estão bobos? hehe não imaginavam que era tão simples assim? Mas é! uma desculpa a menos pra não deixar de fazer, hehe. Ah, e caso queiram rechear do que quer que seja, tipo a Nutella tão amada por todos, é só colocar na base antes de enrolar. Ficam assim, ó:

img_2690

Nessa etapa eu já forro o fundo da assadeira com papel manteiga e já vou deixando tudo prontinho pronto pra ir ao forno. Lembrando, forno pré-aquecido 180C. Se quiserem pincelar com ovo, ok….senão não é necessário. Tempo de forno já sabem: em média 25 minutos, mas bom sempre dar uma olhada e ver quando ficar douradinho, sinal que vai estar pronto!

Espero que tenham gostando!
Beijo grande
Bruna.

Bola de Bacalhau

img_3771

Dia, gente! Tudo bem???

O post hoje é uma receita tradicional daqui de Portugal: as Bolas (lê-se Bôlas). Mas Bruna, o que seria isso?

Bom, pra mim é uma espécie de massa de pão, só que faz-se uma torta em um tabuleiro. Na verdade, esse formato é tradicional da cidade de Lamego, Norte de Portugal. Em outras regiões, as bolas tem formatos diferenciados, de acordo com a cultura e costume local.

Vamos aprender?

Para a massa:

– 1kg200gr de farinha de trigo
– 4 ovos
– 10 gramas sal
– 200 gr de leite (pesado na balancinha)
– 100 gr de azeite (também pesado)
– 80 gramas fermento biológico fraco
– 20 gramas margarina

* os valores estão em peso na balança, pois a receita ganhei de um padeiro local, e dentro da cozinha tudo é pesado 🙂

Esse tanto de receita dá pra fazer 2 tabuleiros grandes de bola. No meu caso eu divido a receita pela metade pra render um tabuleiro de 40 cm x 23 cm.

E o Recheio? O recheio são os mais variados…o que você quiser. Eu fiz de bacalhau 🙂

A massa não tem segredo: como toda massa que precisa levedar! Misture o leite, azeite e o fermento. Deixe descansar uns 10 minutinhos pra fazer a esponja. Depois acrescente os ovos e a margarina. Misture bem. Agora é só ir agregando a farinha até que a massa fique elástica e não grude nas mãos. Ah, e também pode adicionar o sal. Sem segredos, né gente?

Como toda boa massa, precisamos de pelo menos 1 hora em um local quentinho para ela descansar e poder dobrar de volume. Lembrando que o tempo influencia bastante, ou seja, dias quentes ela leveda bem mais rápido. Se estiver frio, como estou cá, dá uma pré-aquecida no forno e desligue, só pra deixar morno….e deixe a massa repousar lá. Isso ajuda pra acelerar o crescimento.

Pronto, depois da massa pronta chegou a hora de montar as bolas. Bom, sem segredos. Divida a sua massa em 2 partes, uma pro fundo da forma e outra pra cobrir, ok?

Regue a sua assadeira com azeite e abra a massa. Daí é só espalhar o recheio. Assim:

img_3766

Depois é só abrir a outra massa por cima e com uns beliscõezinhos na borda você dá o acabamento pra ela ficar fechada. Eu aproveito e faço uns furinhos com garfo pra massa não correr o risco de estufar no forno, ok? Ahhh, uma boa dica é deixar essa massa aberta bem fininha, pois assim não fica massuda.

img_3768

Feito tudo, hora de ir ao forno. Eu não tenho costume de pincelar as minhas com ovos, mas se quiseres, a la vontê :P. Forno pré-aquecido a 200C e depois deixar cozer por 30 minutos, mas lembre-se: cada forno tem seu tempo…fique de olho. Na hora que dourar, está pronto 🙂

Espero que gostem da receita e façam!

Beijo grande ❤